top of page

Cannabis Medicinal

Existem registros do uso da Cannabis para fins terapêuticos que datam de 2737 AC, na China, sendo usada durante a história por culturas da Ásia, Africa, Europa e Américas com objetivos medicinais e ritualísticos.


acupuntura.jpg

A história

A partir dos anos 90, o uso medicinal ganhou novamente destaque e os estudos científicos sobre a Cannabis se difundiram pelo mundo, especialmente após o descobrimento do sistema Endocanabinoide, um dos principais sistemas de neurotransmissores do nosso organismo. Atualmente sabe-se que esse sistema modula respostas no sistema nervoso central, periférico, imunológico e metabólico. Por essa amplitude, vem sendo ampliado a cada dia seu uso para fins terapêuticos, para condições de desequilíbrio e de doenças neurológicas, imunológicas, metabólicas, gastrointestinais, oncológicas e psiquiátricas.

 

shutterstock_1256654947.jpg
1920-close-up-de-mulher-irreconhecivel-usando-e-segurando-oleo-de-cannabis-medicinal.jpg
1920-close-up-de-mulher-irreconhecivel-usando-e-segurando-oleo-de-cannabis-medicinal.jpg

O tratamento

O tratamento com os Fitocompostos da Cannabis tem se mostrado baixíssimos efeitos colaterais e alta segurança. Muitos mitos vem sendo quebrados pela ciência, por meio de um crescente de publicações científicas de boa qualidade, o que tem permitindo que pessoas que sofrem de doenças graves e que geram grande sofrimento tenham uma alternativa de tratamento, legal, eficaz para inúmeras condições clínicas e muito segura.

bottom of page